Sam Smith revela que seu álbum de estreia é fruto de uma desilusão amorosa por um homem heterossexual

 
Apontado como uma das grandes revelações musicais do ano, Sam Smith declarou a única e exclusiva inspiração para o seu álbum de estreia. O cantor britânico, que se assumiu homossexual no começo do ano, revelou que o há por trás do disco “In the Lonely Hour”, foi uma paixão não correspondida por um homem heterossexual.
 
samadele Sam Smith revela que seu álbum de estreia é fruto de uma desilusão amorosa por um homem heterossexual

“Nada aconteceu entre nós. Eu sei que ele também me amava, mas não dessa forma.”, contou Sam, que tem apenas 22 anos de idade, ao The Sun. “Eu contei pra ele antes do lançamento do álbum. E isso foi como colocar um ponto final na história”. O processo criativo do álbum aconteceu após Sam perceber que seus sentimentos não eram correspondidos e ele estava desesperado para canalizar sua mágoa.

A história por trás do álbum “In the Lonely Hour” é similar ao que a cantora Adele passou durante a criação do multi-platinado “21″. Uma decepção amorosa da artista rendeu um dos discos mais vendidos dessa geração. Será que o Sam Smith seguirá o mesmo caminho? “Stay With Me” já alcançou as posições mais altas da Billboard.