Taylor Swift é a nova capa da revista Billboard e fala novamente sobre pressão da gravadora

 
Taylor Swift volta à capa da revista Billboard na edição especial das “Mulheres de 2014″. A escolha da cantora não foi por acaso, afinal Taylor tem o único disco do ano a quebrar a barreira de 1 milhão de cópias vendidas na sua semana de lançamento e a única mulher a “superar ela mesma” na parada de singles dos Estados Unidos substituindo “Shake It Off” por “Blank Space”.

No bate-papo, Taylor falou novamente sobre a pressão da gravadora em incluir faixas country no álbum “1989″. “Todas as minhas respostas foram um firme ‘não’ porque seria insincero tentar explorar dois gêneros musicais em um disco feito para um só”, explicou.


taylor-swift-woman-of-the-year-01 Taylor Swift é a nova capa da revista Billboard e fala novamente sobre pressão da gravadoraE a revista deu ainda outros motivos pelos quais Taylor mereceu a capa da edição “Mulheres do Ano”. “Ela não recua: quando perguntamos sobre as críticas feitas a ‘Welcome to New York’ ela não sentiu vontade de pedir desculpas. ‘Quando você escreve uma música, você escreve sobre uma emoção momentânea. Pegar a música e aplicá-la em várias situações que todos vivenciam – economicamente, politicamente’. Suas letras serão as únicas que ela cantará: não sou deste tipo de artista que entra em uma sala cheia de compositores e diz ‘não sei, o que vocês querem compor?’ ou quando dizem ‘nos diga o que está acontecendo na sua vida’ e eles escrevem algo a respeito. Eu não seria uma cantora se não fosse compositora. Não tenho interesse em cantar músicas de outras pessoas’”.