Chris Brown confessa vício e fala sobre agressão à Rihanna: “erro que nunca mais vou cometer”

 
O cantor Chris Brown reapareceu nesta sexta (31/10), em uma entrevista ao programa de rádio americano “Ebro in the Morning”. Entre os diversos assuntos abordados, dois se destacam: seu vício em “lean” e a agressão à Rihanna. Quanto à ex-namorada, ele diz que os dois ainda são amigos e não há qualquer animosidade. “Obviamente tenho remorso e é algo realmente sério”, definiu. “Sei que foi um erro que nunca mais vou cometer. Mas levo em consideração que eu tinha 17, 18 anos. Eu tenho 25 agora. Ainda estou fazendo serviço comunitário e indo ao juiz a cada mês e meio”.
 


Quando Rihanna e ele reataram, anos após a agressão, causando um enorme (e novo) escândalo na mídia, Brown tinha um objetivo. “Queria me certificar de que o amor ainda estava lá. Queria fazer as pazes com ela, mostrando que poderia ser o homem que ela queria que eu fosse”. Não deu certo, e ele voltou para a namorada Karrueche Train, com quem tinha terminado para ficar com Rihanna. “Ela é focada, cara. Nessa indústria, você precisa de alguém que te entenda e que compreenda quem você além do seu nome”.

Mas o “lean”? Trata-se de uma bebida, que leva sizzurp, droga a base de Xanax (aquela que disseram que Justin Bieber andou usando). Chris Brown admitiu que era viciado e perdeu o controle. “Eu estava caindo de sono nos sets dos clipes, xingando as pessoas aleatoriamente e fazendo coisas loucas”, assumiu. “Não quero ser um zumbi, que vai encontrar as pessoas e termina dando um soco ou fazendo algo louco como eu fiz, porque estava sob a influência disso”.