Ed Sheeran fala sobre estética no mundo da música: “geralmente os não atraentes são os melhores”

 
Não são só as mulheres do mundo da música que sofrem cobranças para ter o corpo perfeito e mais atraente possível. Os homens também. Em entrevista ao The Hits Radio, o cantor Ed Sheeran falou um pouco sobre os bastidores da indústria e as questões que fogem do trabalho musical. “Há gordos suficientes na indústria, há magros suficientes na indústria, e há ruivos suficientes na indústria. Há tudo suficiente, e geralmente os não atraentes são os melhores”, opinou.
 
Sem dizer se ele mesmo já foi vítima da cobrança de executivos, Ed contou que detesta academia e cuida do corpo focado na boa alimentação. “Eu nunca estive feliz com minha imagem, e depois eu percebi que era porque comia fritura e tomava cerveja todo dia. Você não tem que se matar para ficar em forma. Apenas coma direito e não beba todos os dias”, afirmou.




Quanto aos exercícios, ele opta pela dança (o que pôde ser visto no clipe de “Thinking Out Loud”). “Eu gostaria de ser mais saudável, mas não gosto de malhar. Gosto de dançar, e perco peso dançando. Poderia jogar futebol, poderia jogar badminton. Só não gosto de correr em uma estreita, levantar pesos e fazer flexões”.