Rei do R&B? Usher posa de coroa para capa da revista Billboard

 
O cantor Usher está na capa da nova edição da revista americana Billboard – e está de coroa. Com a chamada de “Usher em uma nova era”, a publicação traz uma reportagem sobre a turnê dele, o álbum adiado, e como ele tem se reinventado com novas sonoridades para “conservar sua coroa”. A matéria destaca por exemplo as 24 milhões de cópias vendidas ao longo da carreira só nos EUA, os oito Grammy Awards vencidos, seu trabalho na Broadway com “Chicago”, sua carreira no cinema (vem aí o filme “Hands of Stone”) e suas duas temporadas no “The Voice EUA”. Nada mal, certo?
Mas a Billboard também mostra que os tempos são outros e que seu último álbum, “Looking 4 Myself”, vendeu 504 mil cópias nos EUA – 800 mil a menos que “Raymond vs. Raymond”, o anterior. Isso aumenta ainda mais a expectativa pelo próximo álbum: será que terá um desempenho melhor? Mas o projeto foi adiado. “Eu apenas não estou pronto”, afirma Usher. “Quero dizer, eu tenho mais o que quero dizer e mais o que quero fazer. Meu processo é muito diferente. L.A. Reid vai te dizer: leva-se dois álbuns para fazer um com o Usher”.

O cenário é outro, também. Vende-se cada vez menos, e há cada vez mais concorrência. A Billboard aponta Jason Derulo e Jeremih como frutos da “escola Usher”. Mas o cantor lida bem com a nova geração, prova disso é seu relacionamento com Justin Bieber. “Nossa relação é mais de homem pra homem agora. Ele está tomando suas próprias decisões e é importante mostrar apoio”, disse o cantor, que foi um dos descobridores do canadense. “Posso dizer que não estou feliz com todas as escolhas que meu amigo tem feito, mas o apoio. Faço meu melhor para dar o reforço positivo que posso. Vou dar um soco no peito quando precisar, e dar um abraço e um beijo quando precisar. É mais do que orientação. Eu amo o garoto”.